Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Pensamento do dia

Nunca discutas com um idiota, ele rebaixa-te ao nível dele e vence-te pela experiência.

Dedicado a todos os bloggers que têm anónimos imbecis nas caixas de comentários.

36 comentários:

Miss Murder disse...

Eu não aceito comentários anónimos, só muito esporadicamente. A opção do anónimo só lá está para lhes dar a falsa ideia de que têm opinião.

Julie D´aiglemont disse...

Ah, mas eu não me importo. Só não gosto quando insultam os outros comentadores. De resto, podem estar à vontade, porque só estão a perder tempo a divertir-me, eheheheh

Susi disse...

Os meus vão directos para o spam, nem reparo que lá tenho comentários às vezes :D

AC disse...

Nunca discuto com um idiota....perder tempo nhaaa o meu tempo é precioso!!!
Os meus anónimos são mais de enviar fotos descascadas para o email devem achar que me impressionam...um dia faço um post sobre esse fenómeno!!!

bjs*

m, disse...

nunca tive um anónimo no blog :(

Blizard Beast disse...

Eu fiquei tremendamente ofendido com o comentário que me foi dirigido num post mais abaixo. Até fui fazer queixa à minha mãe....

Queen of Hearts disse...

Pois, eu já uma vez ia perdendo essa batalha. Não fosse ser uma tipa com os meus connects, ter descoberto uma ou duas coisas sobre o putativo anónimo/a, e ter decidido relevar. E aí ganhei por nocaute, na minha opinião ehehehehe.

Julie D´aiglemont disse...

Blizard Beast: eu supus que não te sentisses ofendido, porque era uma coisa tão idiota que só dava para ignorar. Ainda assim, não gostei que o imbecil tivesse feito aquele comentário.

O anónimo idiota e imbecil disse...

Estas gajas são mesmo umas ingratas que não merecem que se dê um peido sequer por elas.

Um gajo perde aqui um ror de tempo a diverti-las e depois é tratado como um idiota imbecil.

Ora foda-se!

Mas afinal alguém me explique que tipo de anormal é que se dá ao trabalho de responder a um imbecil, hã?

Não tens mais que fazer, Juliezinha?

Ahhhh pois... Tem o namoradinho a passar a roupa a ferro enquanto ela está no blog a colocar fotos de gajas musculadas e a responder aos anormais...

AC, tu deves ser outra que tal...

As pessoas para quem o tempo é precioso não andam nos blogs a responder umas às outras. Isso é coisa de desocupado.

Deves ser outra armada em dondoca, todo o dia em casa de perna cruzada enquanto o gajo faz pela vida, tá-se mesmo a ver...

...E se não te impressionam os descascados do email por que é que achas que o resto do mundo quer saber disso? Essa eu também gostava de entender mas como sou idiota se calhar não tenho capacidade para tal!!!...

Ó m, cuidadinho com o que desejas!!!...

Julie D´aiglemont disse...

Susi: eu deixo-os divertirem o pessoal. Porque, francamente, só dá para rir com a idiotice alheia.

AC: disso nunca recebi. Se recebesse, publicava, eheheh

m: se quiseres, podes ficar com este.

Queen of Hearts: não sabia dessa história. Isso é muito interessante!

Rui da Bica disse...

Um idiota é invencivel!
Felizmente que nunca nenhum passou lá por "casa" ! :)))
.

O David Attenborough dos idiotas disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Julie D´aiglemont disse...

A partir de agora, todos os comentários que insultem os outros comentadores serão apagados.

Camões disse...

A menina Julie não me meta ao barulho, se faz favor.

Olhe, peça antes para ir chatear o Bocage que é mais dado a anedotas...

Maria Papoila disse...

O que? Não posso insultar o anónimo imbecil e idiota? Deixa lá. Posso insulta-lo de forma mais suave, chamando-lhe balde de merda? Sim? Va laaaaa!

Zezé Marialva disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

A Super-Julie sai em defesa dos fracos e oprimidos Ahahah

"Super-Julie is on the Wayyyyyy
Here I come to save the dayyyyyy"

Anónimo disse...

Que falta de queca que "praqui" anda...

Estou a gostar.

Beijoooo,
L.

marta, a menina do blog disse...

Ó mulher, tu não tens sossego!

Eu arranjava-te uma gata preta, mas estão todas em Espanha...

MarcoLino disse...

Ser anónimo na blogosfera, é uma idiotice que só passa pela cabeça de imbecis.
Quer dizer, anónimos somos todos. Não passa pela cabeça de ninguém que eu me chamo MarColino e mesmo que chamasse, era o mesmo, porque era um galo do caraças virem a relacionar este MarColino com o outro, o conhecido lá do bairro.
Por isso comentar anónimo só faz sentido por não ser necessário ter registo. Acho eu, que ainda não descortinei outro.
Se eu agora me apetecesse chamar-te nomes feios, punhas um "processoencima" do MarColino? lol

M disse...

Eu ainda não sou do grupo dos fixes. Não tenho anónimos.

cycle disse...

eu estou a meio do caminho :))))

LEANA disse...

Querida Julie, foi precisamente por seguir esse lema que não me dei ao trabalho de responder ao triste imbecil que se meteu comigo no post acerca da Rihanna ;)

**

AVOGI disse...

Isto por aqui anda a peso
Kis :=) e BFSemana

Anónimo disse...

Não me parece justo.
Também devias de dedicar aos próprios bloggers, porque também os há embecis.

FireHead disse...

Onde é que eu já tinha lido esta frase? :|

Pusinko disse...

Eu só tive 1 até agora que pisou na bola. Os outros anónimos, raros até agora, foram educados. O/A abtrunto/a do comentário reles não foi publicado.

Não gosto de gente dessa.
Normalmente são mal resolvidos em muitos aspectos e ganharam teias de aranha nas bocas do corpo.

O anónimo matemático disse...

Ó MarcoLino, o teu raciocínio é interessante.

Vamos lá ao 2+2=4 que hoje estou numa de lógica dedutiva...

Se, tal como tu dizes, ser anónimo é uma idiotice e se todos somos anónimos então deduzo que todos somos idiotas, não é?

Opá, conseguista chamar a todos os que comentam aqui de idiotas sem que a "Pide" te removesse o comentário.

Elas acham-se muito inteligentes, mas tu sabes bem como lhes trocar as voltas!!

Este MarcoLino é do catano, é moço para eu lhe pagar uma Super-Bock!...

Toma lá chouriço disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Avelino disse...

CARA AMIGA
O ANONIMO É POR VEZES OBRIGADO A SE-LO, POR MIM FALO.

TIVE CINCO (5) PROCESSOS CRIME COM PEDIDOS DE INDEMINIZAÇAO DE 50 000 EUROS E OUTRAS QUANTIAS, PELO SIMPLES FACTO, DE POSTAR UMA BURLA DE QUE FUI ALVO NUMA GRANDE SUPERCIE,FUI ABSOLVIDO DOS CINCO PROCESSOS....MAS TIVE DE GASTAR
15 000 EUROS.
AGORA DIGAM-ME VALE A PENA DAR A CARA?
DE RESTO O QUE IMPORTA É CONTEUDO
DO COMENTARIO AGORA DE QUEM VEM É DE SOMEMOS IMPORTANCIA?
DESDE QUE SEJAM COMENTARIOS COM EDUCAÇÃO E QUE NAO ODENDAM.....

UM ABRAÇO

Julie D´aiglemont disse...

Concordo inteiramente consigo, Avelino, por isso é que sempre permiti comentários anónimos.
Mas agora vem cá um gajo que não tem o que fazer e insulta toda a gente. Francamente, não percebo porque é que ele perde tempo com o meu blog, se não gosta, tem bom remédio.
Por isso, activei a moderação de comentários.

MarcoLino disse...

Nunca aceitei bebidas de paneleiros

Prezado disse...

Por acaso tive lá ontem um desses no estaminé. Eu nunca discuto, dou-lhes sempre uma banana esmigalhada com yogurte e mais nada.

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog turista acidental. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Manuela disse...

Tchiii, querida Julie, o que para aqui vai!!

MartaP. disse...

isto está bonito. ehe