Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





quarta-feira, 8 de maio de 2013

Notícias que realmente interessam (#2)

Bloco quer clubes para fumar canábis: a legalização do cultivo de canábis para uso pessoal e a criação de clubes específicos para o consumo constam de um projeto de lei apresentado pelo Bloco de Esquerda e que hoje será discutido no Parlamento (notícia aqui).

Em tempos de fome e despero, é bom saber que o BE não perdeu a noção do que realmente interessa. 

Vicissitudes da vida conjugal

A 1ª coisa que ele me disse naquela manhã foi “Roubaram os dragões!” “Roubaram o quê?”, perguntei eu. “Os dragões, roubaram os dragões”, repetiu ele com uma indisfarçada perturbação na voz.
Inicialmente, pensei que se referisse a alguma estátua de dragões do meu fêcêpê. Mas o moço é benfiquista, não se deixaria abalar por isso.
Mas que dragões é que roubaram, homem?”, perguntei eu já dominada pela impaciência. “Os dragões da khaleesi”, esclareceu. “Diz-me a verdade: ela consegue recuperar os dragões?”
Aí percebi: ele deixou-se contagiar pela minha febre pela Guerra dos Tronos, mas como começou há pouco, tem visto a série de empreitada. Na noite anterior, viu 5 episódios seguidos e deitou-se depois de mim. Pelos vistos, parou no episódio em que desaparecem dragões e até sonhou com aquilo.
Digo-vos, meus amigos, por este andar ele ainda acaba a torcer pelos verdadeiros dragões. 

terça-feira, 7 de maio de 2013

Ainda a canzoada

Bem sei que ando a abusar com a quantidade de posts sobre cães, mas se outros bloggers podem falar dos seus filhos e dos seus lulus, não poderei eu ter um inusitado orgulho na minha matilha de rafeiros?
E demais a mais tenho mesmo de mostrar os três selvagens que vivem em minha casa.
Este é o Lucas (o nome fazia parte de um plano que se gorou para ter 4 cães evangelistas):
É filho da Justiça. Não, não estou a falar em sentido metafórico, a mãe dele era uma serra da estrela abandonada que foi adoptada por um Tribunal perto do Porto, onde acharam por bem dar-lhe esse nome. Como tinham medo que ela e o Pirata (o lindíssimo rafeiro namorado dela) fossem envenenados durante o fim-de-semana, pediram-me para os adoptar. Este casal já morreu de velhice, resta este descendente deles.

 Este é o Fiat Uno:
O nome surgiu porque a santinha já tinha uma cadela chamada Mercedes e um cão que respondia pelo nome de Jaguar. Como queria continuar no ramo automóvel, sugeri que escolhesse o nome de um carro mais modesto. Quando foi adoptado era um cachorrinho pequenino e inofensivo. Mas entretanto desenvolveu um viciozito de boca: gostava de trucidar ovelhas. De forma que teve de ser despejado da quinta da minha mãe e foi viver para minha casa.

Este pequerrucho é o Rex (não fui eu quem o baptizou):
É o mais velho destes três. A minha amiga Lusty diz que, apesar do tamanho, parece um rotweiller – eu chamo-lhe rotweiller bonsai. Dos 3, é quem realmente tem espírito de macho alfa: é sempre o primeiro a comer e com ele os outros não brigam - não fosse a diferença de tamanhos e ele tratava-lhes da saúde.
Também tem um viciozito de boca: um dia alguém deixou o portão aberto, o que foi aproveitado por ele e pela Justiça para levarem a cabo a grande chacina de galinhas da vizinha. Resultado: pagámos cerca de 150 euros em frangos. Costumo dizer que provavelmente pagámos acompanhamento e sobremesa, mas como a responsabilidade era nossa, pagámos e não bufámos.

Seria de pensar que tenho aqui uma verdadeira alcateia de lobos defensores da minha casa. Pfff! Os gajos ladram mas não mordem (excepto ovelhas, galinhas e gatos). Impõem respeito apenas pelo tamanho, porque estou convencida de que se alguém tentar entrar no meu jardim pode realmente sentir-se agredido, mas apenas pelas lambidelas destes adoráveis cabrõezitos.
Já só falta falar de 5 ou 6 cães … ahahah Nã… Depois deste post vou tentar controlar-me (eu disse tentar, não prometo nada).

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Em contagem decrescente para o comunicado de Passos Coelho

E digo-vos que o espero com a mesma ansiedade com que aguardo o comunicado de Zé-Zé Camarinha*: nenhuma, já sabemos que não é para nos dar nada...

*sim, eu vejo o Big Brother falidos

Vídeo dedicado a Angela Merkel...

...Que diz invejar nos homens a capacidade de cortar madeira.
(Notícia roubada ao Estado Sentido)

video

terça-feira, 30 de abril de 2013

Quando a minha tresloucada cadela me define...

Tanto cão e gato que tenho e ela decide escolher o camião desgovernado...

terça-feira, 23 de abril de 2013

Luisão


O Luisão, em bom rigor, não é nosso.
Não sei em que circunstâncias, dois conterrâneos meus encontraram um cão abandonado e adoptaram-no. Deram-lhe banho, vacinas e chamaram-no de Luisão (como eles são portistas, não percebo muito bem a lógica do nome, mas enfim).
Entretanto, Luisão passa por casa de meus pais e apaixona-se. Por quem exactamente não sei, mas nunca mais nos largou. E isto apesar de ter de conviver com a serva do demo de que falei no post abaixo.
Ora, qualquer pessoa pensaria que os donos não o tratam bem e que por isso ele desertou. Mas não, garanto-vos, eles adoram-no. E é recíproco, porque sempre que ele os vê fica muito feliz e vai com eles para casa… mas passado um minuto está outra vez à porta de casa dos meus pais.
E depois este cão tem qualquer coisa de extraordinário: é inacreditavelmente meigo, recebe carinhos de quem lhos quiser dar. Tão dócil que a coleira fashion de elos de metal que os donos lhe compraram foi logo roubada. Mas tentem entrar no jardim dos meus pais se ele lá estiver! Garanto-vos que nunca tive um cão que fosse tão bom vigia. Portanto, se alguém o encontrar a passear, pode (e deve) dar-lhe mimos. Mas se ele estiver à porta de casa, livrem-se de se aproximarem.
Como já não vivo lá, ainda não consegui encontrar os donos dele, porque gostava de lhes explicar que não temos culpa. Mas o cão está sempre lá em casa e se não lhe abrirmos a porta, ele dorme ao portão. E isto em pleno Inverno chuvoso.
É o único caso que conheço de adopção compulsiva dos donos.

O ser mais tresloucado da minha família

aqui contei que acolhemos a Tangerina porque foi abandonada em bebé. Era ela pequenina e tinha este aspecto inofensivo:
Entretanto, cresceu e ficou assim:
Contei aqui que é uma verdadeira dissimulada que nos põe doidos.
Ora, a adorável louca que só faz asneiras arranjou maneira de se magoar seriamente sozinha. Repito: sozinha e sem intervenção de pessoas ou animais. Tão seriamente que teve de ser operada (rasgou o peito e tiveram de lhe retirar uma maminha).
Apesar de ser completamente inofensiva para os humanos, na clínica veterinária armou confusões sucessivas, conseguindo até arrombar uma porta.
Conseguiu também destruir dois colares de protecção, daqueles em forma de abat-jour, pelo que tiveram de lhe colocar um maior do que o normal para o tamanho dela. Claro que este também não resistiu uma semana e tivemos de lhe ir comprar outro (ela tem uma técnica de destruição que consiste em raspar com aquilo nas paredes e bater com a cabeça no chão). 
Entretanto, eu estava a tentar tirar umas fotos ao Luisão (depois conto a história dele), mas tive muitas dificuldades em fazê-lo figurar sozinho, porque a linda rameira impõe sempre a sua presença, tipo emplastro.
E agora vejam as fotos seguintes e digam-me se a loucura dela não está aqui bem espelhada:


segunda-feira, 22 de abril de 2013

Já não detesto as Segundas...

Porque no SyFy passa a 3ª temporada da "Guerra dos Tronos".
Cada um tem as suas fontes de alegria. As minhas andam cada vez mais comezinhas.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Notícias que realmente interessam (#1)

Na Grã-Bretanha, um homem tornou-se avô aos 29 anos, quando a sua filha deu à luz antes de fazer 15 anos.
Para mim, o que é realmente bizarro é constatar que um boneco da playmobil pode reproduzir-se (ver pai da criança na 2ª foto).

Notícia e fotos retirados daqui.

Afinal, quando é que começa o espaço de propaganda para as presidenciais... errr... espaço de comentários do Socras?

É que estou mesmo curiosa para saber o que é que ele vai dizer acerca do Relvasgate.
Diga-se o que se disser acerca do Relvas, pelo menos a licenciatura dele não o habilitava a produzir obras deste calibre.
Mas, claro, o engenheiro-filósofo vai continuar a sê-lo e ninguém se sente ultrajado.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Novo membro do clube dos inocentes




Fiquei convencida de que se o PEC IV tem sido apovado, este ano a Primavera até começava mais cedo!

sexta-feira, 22 de março de 2013

Depois de Sócrates na RTP, a SIC e a TVI respondem

A SIC está em nogociações com o Padre Frederico para comentar a pedofilia na Igreja; a TVI já contratou Mário Machado para opinar sobre o racismo. E ambas as estações concorrem pelas iluminadas opiniões de Miguel Relvas sobre ensino superior.
Digam lá se o panorama televisivo não ficaria muito mais divertido...

terça-feira, 12 de março de 2013

À atenção do Vaticano

Para mim tanto me dá o Papa que os cardeais vão escolher, porque vou sempre ficar desiludida. Não, não me interessa se é europeu, africano ou asiático, porque no último século os Papas são sempre pessoas razoáveis, sensatas, avessas ao escândalo, enfim sensaboronas. O que eu queria era um novo Bórgia, um Berlusconi da Igreja. Mas já sei que ninguém vai ter em consideração o entertenimento das massas, por isso nem vale a pena ter esperança.
Agora, o que acho realmente lamentável é a falta de requinte da chaminé por onde sai o fumo.
Ó senhores, então isto é chaminé que se apresente?!
Não esperava uma estrutura em talha dourada com anjinhos barrocos, mas isto? A chaminé da minha casa é mais digna do que esta.
Bem sei que é temporária, que sai da Capela Sistina, blá blá blá. Mas, bolas, vocês são donos do pequeno país que é o Vaticano, não me digam que é o departamento urbanístico que vos impede.
Bom, vamos lá a arranjar uma coisitita mais digna, sim?

segunda-feira, 11 de março de 2013

Jorge Jesus cita Pascal

Vídeo aqui.
Adoro o aparte "vocês sabem de quem é esta frase, não sabem?". Não, por acaso não sabia, tive de pesquisar. Mas eu não sou da mesma craveira intelectual que JJ.
E já que estamos numa de citações, vou usar as palavras de alguém menos erudito: "Nossa, assim você me mata".

sexta-feira, 8 de março de 2013

No dia da mulher, a RTP resolveu ir para o mercado de Matosinhos

E como se isso não bastasse, João Baião decidiu perguntar a uma peixeira se o marido já lhe tinha oferecido hoje uma flor. E ela respondeu-lhe que não, que lá em casa o marido só serve para pinar.
Em directo.
O mercado de Matosinhos nunca perde o seu encanto.

terça-feira, 5 de março de 2013

À atenção do xotôr Filipe Pinhal

Pode ser que o Pai Arnapio tenha solução para o problema de sobreviver com apenas 25.000 Euros por mês.

Este movimento dos milionários indignados... errr, reformados indignados faz-me lembrar aquela anedota em que pedem a um menino rico para elaborar uma história sobre uma família muito pobre e ele diz:
"Era uma vez uma família muito pobrezinha. Naquela casa todos eram muito pobrezinhos: as criadas eram todas pobrezinhas, o jardineiro era pobrezinho, o motorista era pobrezinho..."

Muita paciência tenho eu...

Há 2 noites, fui despertada dos meus sonhos pelo barulho de um tractor. Mas logo me apercebi que não havia nenhuma máquina agrícola no meu quarto - era o meu marido a ressonar.
Abanei-o e pedi-lhe que se virasse para o outro lado, que estava a ressonar muito alto. Ao que ele respondeu de imediato: "Eu não estava a ressonar, estava a respirar com muita densidade". Claro que no dia seguinte não se lembrava de nada.
Esta noite a sinfonia foi a mesma. Quando lhe fiz o mesmo pedido, a resposta foi ainda mais surpreendente: "O quê?! Eu nem estava a dormir! " Claro que não estava a dormir, eram 5 da manhã, porque diabo estaria ele a dormir? 
Mas há cerca de 2 semanas a história foi diferente - adormeci a ver televisão num dia em que estava muito constipada. A certa altura, acordei com ele a dizer-me: "Acorda, que estás a ressonar. És tão fofa a ressonar!" E eu pedi desculpa, mas voltei a adormecer e a ressonar. Voltei a acordar com a mesma afirmação da minha fofura a ressonar. À 3ª vez, não resisti e argumentei que se sou assim tão fofa a ressonar, podia deixar-me continuar a ser fofa, porque claramente era uma coisa que não estava a conseguir evitar. Ao que ele respondeu: "Não, porque estou a ver televisão e desconcentras-me". 
Portanto, eu ressono (de forma fofa, mas ressono), ele respira densamente. 
Está certo.

sexta-feira, 1 de março de 2013

Piada ignóbil do dia


A carne de cavalo é como a "piquena" Maddie - aparece em todo o lado.
Ainda ontem comi uma sandes de queijo e fui assolada por uma vontade quase irreprimível de relinchar.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Audição de Relvas ao programa "A tua cara não me é estranha"

Só não se percebe se quer imitar uma ovelha ou o Nuno da Câmara Pereira (o Zeca Afonso não é, de certeza).
Mas a propósito, os manifestantes estiveram muito bem ao chamá-lo de fascista. Porque voltámos ao PREC e, como toda a gente sabe, uma pessoa de direita é um fascista. 
O gajo tem evidentes defeitos e não se encontra uma alma que tenha coragem de defender semelhante besta. Mas fascista... Tenham dó.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Desiludida com Francisco José Viegas...

Disse que mandaria "tomar no cu" a quem o tentasse fiscalizar à saída de um café. 
Tomar no cu?! Apanhar no cu, homem de Deus, uma pessoa do Norte manda apanhar no cu! 
Cá em cima toma-se café, mas apanha-se no cu (neste último caso, sempre que se passa um recibo verde, por exemplo).

sábado, 12 de janeiro de 2013

Prémio "socialismo do caviar"

Mário Soares teve uma indisposição súbita e foi internado no Hospital da Luz, em Lisboa (notícia aqui).
E foi para um hospital privado, claro.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

A verdadeira catástrofe de 2012...

... Não foi o aumento de impostos.
Nem a baixa de natalidade.
Nem sequer a decisão de contratar Izmailov.
A tragégia do ano foi o regresso dos Resistência.
Fujam! 


sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

A profecia apocalíptca dos Maias não se concretizou?!

Uma civilização que não só não conhecia a roda, como não adivinhou o próprio fim, fez uma profecia errada. Chocante!

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Parabéns, querida amiga!

A minha talentosa amiga Lusty faz anos. O que lhe desejo? Um aniversário cheio de comida, ehehe!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Pára tudo!

Está encontrado o casal improvável do ano:
Notícia aqui.
Mas ela saberá que ele tem mais de 30 anos?

Graçadeuz que é Sexta!

Se a próxima semana for tão cansativa comos esta, entrego a porcaria da cédula profissional e candidato-me ao RSI.
E o caraças do euromilhões que teima em não me sair...

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Estendido ou deitado


Imaginem, por mero exercício de conjectura, uma rapariga que viveu a maioria dos seus dias refasteladíssima em casa de seus pais, sem ter de se preocupar em cozinhar ou limpar.
Imaginem que essa moça casa com um rapaz que vivia sozinho e estava habituado às lides domésticas e até as encarava com galhardia, mantendo a sua casa sempre limpa e arrumada.
Agora imaginem que os dois decidem partilhar tarefas, ficando ela com a incumbência de cozinhar e ele de limpar a casa toda com excepção da cozinha. Face aos antecedentes do moço, ela acredita que não haverá problemas.
E as coisas correm bem. Mas ela começa a notar que ele tem uma visão um pouquito abrangente das tarefas dela, pois esquece-se amiúde de ajudar a levantar a mesa, de pôr a loiça na máquina, de pôr a roupa a lavar e depois a secar, etc. e tal.
Um dia, depois do jantar, ela vai carregar a máquina da roupa e quando volta para a sala descobre-o a dormir a sono solto -rodeado pelos filhos felinos- repousando sua despreocupada cabecita sobre um braço fletido. Em cima da mesa repousam também os restos de salmão assado e os pratos (os marafados não terão ido sozinhos para a cozinha!).
E agora imaginem que ela decide engrossar a sua colecção de fotos em que ele está a dormir em posições pouco usuais (já tem algumas e uma ou outra está num blog), porque pretende fazer um dia uma instalação artística a exibir perante todos os amigos subordinada ao tema “estendido ou deitado”.
E ela decide que, assim sendo, mais vale usufruir do privilégio de ter a cama só para si e poder dormir na diagonal (é um hábito que esta heroína fictícia tem, que querem?). E, placidamente, deixa-o a dormir na sala.
E no dia seguinte ele acorda com um torcicolo horrível e dores no corpo todo.
Imaginem que isto acontecia. Seria um preço pequeno a pagar por ter cagado para as tarefas domésticas, não?

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Sabes que o casamento mudou algo em ti...

...Quando reparas que estás a olhar com algum interesse para um livro com o sugestivo título "A Dona de Casa Perfeita". 
Por favor, matem-me, que os cavalos também se abatem!

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Subitamente, tornei-me fã da Fiona Aplle...

Porquê? Por isto.
O meu adorado Fígaro tinha imunodeficiência felina e os rins a funcionarem mal. Uma bomba relógio dentro dele, portanto.
Há cerca de um ano debati-me com a questão de saber o que fazer se o meu fofo adoecesse antes do meu casamento. Conseguiria eu ir de lua de mel?  Sejamos sinceros, a minha decisão já estava tomada. Por isso, a questão era: conseguiria eu evitar o divórcio por me recusar a viajar? 
Entretanto, a questão resolveu-se sozinha e da pior maneira - em Janeiro o meu adorado filho felino adoeceu e morreu em poucos dias.
Portanto, não só sinto uma enorme empatia com a decisão da Fiona, como a admiro muito por ter adoptado um pitbull abandonado, em vez de ter optado por comprar. 
Doa a quem doer: não há raças perigosas, há donos perigosos.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Separados à nascença (#28)

 
Será que a Christina Aguilera anda a absorver os quilos que se vão sumindo da Popota de ano para ano?
E antes que chovam as críticas, não, o problema da Xtina não é ser gorda - é ter mau gosto e uma auto-estima ainda maior do que o perímetro dos quadris (a Mariah Carrey sofre do mesmo mal). Leiam a opinião avalizada de quem é mais eloquente do que eu.


Uma barbie alternativa ou uma action figure da Xtina?

Momento ooohhh do dia

 
Pirolito e Niki quando foram resgatos da rua pelo gajo que haveria de se tornar meu marido.
Como, pouco tempo depois, a pobre mãe teve um fim trágico (caiu de uma janela), o pai adoptivo teve de o alimentar a biberon (biberão?).

Piri precocemente a rondar a comida.

O pior é que o raio do bicho sabe que é fofo e por isso abusa da nossa paciência!

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Opróbio de Pirulito


Quem é Pirulito? - perguntam vocês.
Pirulito é um dos meus enteados, de quem gosto quase tanto como dos meus próprios bebés (Manjerico, Lígia, Sousa, Tangerina, Fiat Uno... and so on).
Acontece que apesar de o meu gajo ser mais rígido na educação da bicheza do que eu, nunca conseguiu controlar a hiperactividade do jeitoso da foto, que dedica todo o seu tempo a fazer asneiras (ontem atirou um LCD ao chão).
Sabendo que não deve andar a passear a sua classe pela bancada da cozinha, não resiste a fazê-lo quando não estamos presentes. E como é que sabemos que o faz? Simples: como temos a casa em obras, as patinhas deixam rasto. E não há manhã em que não encontremos estas provas: