Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





quarta-feira, 8 de maio de 2013

Vicissitudes da vida conjugal

A 1ª coisa que ele me disse naquela manhã foi “Roubaram os dragões!” “Roubaram o quê?”, perguntei eu. “Os dragões, roubaram os dragões”, repetiu ele com uma indisfarçada perturbação na voz.
Inicialmente, pensei que se referisse a alguma estátua de dragões do meu fêcêpê. Mas o moço é benfiquista, não se deixaria abalar por isso.
Mas que dragões é que roubaram, homem?”, perguntei eu já dominada pela impaciência. “Os dragões da khaleesi”, esclareceu. “Diz-me a verdade: ela consegue recuperar os dragões?”
Aí percebi: ele deixou-se contagiar pela minha febre pela Guerra dos Tronos, mas como começou há pouco, tem visto a série de empreitada. Na noite anterior, viu 5 episódios seguidos e deitou-se depois de mim. Pelos vistos, parou no episódio em que desaparecem dragões e até sonhou com aquilo.
Digo-vos, meus amigos, por este andar ele ainda acaba a torcer pelos verdadeiros dragões. 

3 comentários:

Rui da Bica disse...

rsrsrs ...Isso já não é mau de todo ! eheh ... é um bom princípio ! :))
Isto de já poder pronunciar a palavra "dragões" e com preocupação, já não é nada mau ! eheheh
Vamos a ver os sonhos do próximo sábado !? eheh .. alguém vai dormir muito mal ! rsrsrs

Bj. :))
.

Malena disse...

Porra! Roubaram os Dragões??? Ainda não cheguei a essa parte... Vou só no início do livro 7!!!

:)))

Petra disse...

hahhaha isso é que era... tenho cá um benfiquista de beiça lol.