Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Opróbio de Pirulito


Quem é Pirulito? - perguntam vocês.
Pirulito é um dos meus enteados, de quem gosto quase tanto como dos meus próprios bebés (Manjerico, Lígia, Sousa, Tangerina, Fiat Uno... and so on).
Acontece que apesar de o meu gajo ser mais rígido na educação da bicheza do que eu, nunca conseguiu controlar a hiperactividade do jeitoso da foto, que dedica todo o seu tempo a fazer asneiras (ontem atirou um LCD ao chão).
Sabendo que não deve andar a passear a sua classe pela bancada da cozinha, não resiste a fazê-lo quando não estamos presentes. E como é que sabemos que o faz? Simples: como temos a casa em obras, as patinhas deixam rasto. E não há manhã em que não encontremos estas provas:





13 comentários:

Malena disse...

Ai o atrevido!! É um rebelde, o gajo!! :P

Julie D´aiglemont disse...

Mas é taõ lindinho que não lhe consigo bater...

Rui da Bica disse...

Olha se ele apanha um desses discos ainda bem quente ! eheheh
Perdia a vontade de passear por certos sítios ! :)))
.

Catarina Reis disse...

Que lindo gato... eh!EH! Beijos

Blizard Beast disse...

Tenho dois gatos iguaizinhos ao Pirolito. Pai e filho...

S* disse...

ahahah O meu fogão queixa-se do mesmo, está sempre com patinhas... O bichano é lindo, irresistível.

dinona disse...

Eu sei o que tu sofres :) e também tenho placa como tu, portanto é fácil apanhar os sacanas eheheh.
Mas olha lá, um giraço como o Pirulito sabe perfeitamente que pode abusar da sorte porque ninguém tem coragem de mandar uma chapadita na peida de um gato com ares de fofo e olhinhos de gato das botas :)

pedro b disse...

i kind of know the feeling...

Imperatriz Sissi disse...

OMG, que amoroso. Lá em casa é o mesmo: temos de desligar a placa para evitar gatos escaldados...

A Chata disse...

Um dia queima-se e aprende. A minha gata gostava de brincar com as velas até sair com a cauda queimada...

FireHead disse...

O meu falecido gato também. Ficou com os bigodes queimados. Remédio santo.

W. C. Fields disse...

Dei destaque no meu blog. No problem?

Julie D´aiglemont disse...

Claro que não. Ainda por cima no blog de um artista tão conceituado... e morto, eh!eh!