Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





quarta-feira, 1 de junho de 2011

Dia da criança (#2)

PRINCÍPIO 9º da Declaração dos Direitos da Criança
A criança gozará protecção contra quaisquer formas de negligência, crueldade e exploração.

7 comentários:

Leana disse...

A imagem que escolheste fez-me doer a alma.

Se existe coisa neste mundo que me provoca dor e revolta é saber que existem tantas crianças em sofrimento e que, por mais pessoas e associações que haja, nunca conseguiremos chegar a todas...ou sequer a metade.

**

AVOGI disse...

infelizmente para muitas o dia da criança passa ao lado.
kis :=(

Julie D´aiglemont disse...

Leana: como eu não tenho filhos, a imagem só me provoca risos. Sorry, sou uma cabra insensível.

Leana disse...

Porra!!!

Sabes o que é que mereces, sabes?
Quando tiveres filhos, e que seja em breve!, que eles sejam daqueles terroristazinhos capazes de pôr em causa a sanidade mental do Ghandi!

Agora, por castigo, roubei-te a imagem e a frase e espetei com ela no meu facebook sem citar a fonte! Nha-nha-nha-nha-nha-nha-nha!!!

Catarina Reis disse...

Estou a gostar dos teus "Post" do dia da criança, chamam apelativamente pela imagem para aquilo que realmente é importante, os direitos das crianças. Um beijo Julie

Julie D´aiglemont disse...

Leana, se eu tiver filhos como os que me desejas, já sei que lhes destino dar: abandoná-los à tua porta, eheheheh (sou muito, muito má).

Catarina, só tu com esse coração para veres alguma coisa de positivo nas minhas idiotices.
Beijooooooooooo.

Leana disse...

É é...eu já ouvi essa história em qq lado!
A minha irmã era aquele tipo de pessoa de dobrar e arrumar os pijamas e camisolas por cores, tás a ver? Sempre que iam crianças lá a casa, a pôr as mãozitas nos vidrinhos das portas lá andava ela de pano e ajax na mão! Pois não é que teve uma filha linda e maravilhosa, com o ar mais angelical do mundo, de seu nome Mariana, que é a PESTE em forma de gente? Vê lá que tem 3 anos e no outro dia trepou pelas prateleiras do roupeiro, não sei como mas conseguiu chegar à última, quase encostada ao tecto...e depois malhou lá de cima! Chorou 2 minutitos e depois seguiu à vida dela que há muito para desarrumar :D

Ainda te calha uma destas na rifa LOL
Se os deixares à minha porta eu encontro-te algures pela Ponte da Arrábida para tos devolver hehehe!