Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





terça-feira, 11 de outubro de 2011

Ainda dizem que não se aprende nada com a Casa dos Segredos...

Alguns habitantes da casa especulavam acerca do segredo do rapaz da imagem - de seu nome Carlos (apesar de ter umas feições bonitinhas, deve ser difícil chegar perto dele sem escorregar no azeite).
Ora, segundo os iluminados moçoilos, ele esconderia o facto de ser "mestre do underground".
Fiquei perplexa, nunca tinha ouvido semelhante designação.
Uma vez que a cultura underground se refere a movimentos artísticos urbanos contemporâneos, pensei que fosse qualquer coisa relacionada com MC´s ou DJ´s.
Mas não! Eles achavam que o seu companheiro de reclusão pertencia à máfia da noite! E há que inventar uma denominação para tal, porque, convenhamos, mafioso não tem glamour.
Portanto, Bruno Pidá, mestre do underground, alegadamente "apagou" Aurélio Palha, um mestre do underground concorrente.
E eu que pensava que os únicos comportamentos ilícitos associados ao underground eram os graffitis e, vá, o uso recreativo de drogas...

17 comentários:

Raquel Fernandes disse...

Nunca tinha ouvido tal coisa mas Master do Olive Oil é uma expressão de se tirar o chapeu :)

Maria Papoila disse...

Um dos motivos que me faz celebrar entusiasticamente o meu regresso à pátria é poder observar estas criaturas através desse caldo cultural que é a casa dos segredos degredos.

Explica-me melhor a parte do azeite. O moço trabalha na Oliveira da Serra S.A.?

S* disse...

ahahah

Realmente, é muito piroso, o senhor... mesmo muito... mas essa de inventarem nomes fashion para "profissões" duvidosas... um must!

EJSantos disse...

Ao preço a que está o azeite, o puto deve ser é milionário...

Ska disse...

Não conhecia a expressão. Mas a parte do "mestre" é tão anos 2000, não é?

VP disse...

olha que também sempre pensei que se relacionava com grafites...enfim a tolos para tudo..

Catarina Reis disse...

Bem pensado Julie, tu és uma verdadeira e profunda conhecedora de diversos temas sociais. EH!EH! Beijos

ricman disse...

E eu sempre pensei q fosse verdade o que anda no facebook: aquele programa é como o ikea, eles são armários e elas fáceis de montar.

Fosga-se...

Tio do Algarve disse...

De falta de imaginação para as actividades não sofrem esses tipos da TVI...Undergound será a sombra das melancias das outras?

M. disse...

Só lamento não estarem todos dentro...Ou por baixo...

Como Portugal seria mais bonito...lol

Petra disse...

Dasse que pancada pá!

pedro b disse...

"eles são armários e elas fáceis de montar" (lindo!) excepto a mamalhuda, porque nela ninguem toca, nem os clientes!

Violeta Extravagante disse...

Ahahahah!!!
Eu também fiquei a pensar nisso. mas como sou cota pensei que estava a ficar velha...mais velha (cof cof)
E uma das meninas que disse esta pérola: Eu gostava tando de ir à peninsula ibérica...(deve-se ler com sotaque algarvio)
Lindoooo

Tio do Algarve disse...

@ Violeta Extavagante,
Na melhor provincia cai a nódoa!
;)

LEANA disse...

Epá, eu devo ser muito tan-tan...para mim underground era sinónimo de metro :s

(Ah! Mas adorei a do azeite LOL tu és demais gaja!)

Bêjos :)

Ísis disse...

Sempre a aprender.

Queen of Hearts disse...

Sempre com as melhores tags da blogo :) Nunca desiludes, tu. :)