Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Verdades insofismáveis

16 comentários:

Catarina Reis disse...

Uma reflexão interessante com alguma verdade. beijos

O Peru Ressabiado disse...

Tão, tão bom! Como é que nunca tinha pensado nisto?

Maria disse...

Olha, nem mais.

S* disse...

ahahah Faz sentido.

Turista disse...

Querida Julie, olha que grande verdade! Bem dito! :)

Pseudo disse...

Oh raios! E não é que têm razão?

M. disse...

Com lógica:)

LEANA disse...

A nossa Julie e a sua sensatez ;)

Beijinhoooo

AC disse...

hehehe...ah, pois é:

Fandango disse...

Wow, now we know what killed the dinosaurs!

Tio do Algarve disse...

Tem graça...E remete para aquela venha questão da influência do meio e da hereditariedade.
Quando convém é o meio, quando convém é a hereditariedade...
;P

Litopedian disse...

Ha, perfeito!

Sahaisis disse...

makes sense...

FireHead disse...

Não é bem assim... E quantos é que não casam e fazem filhos como gente normal ocultando a sua verdadeira identidade? :)

Senhor Geninho disse...

Ahahahah, não deixa de ser verdade...

Me,myself & I! disse...

Olha que realmente...nunca tinha pensado nisto!