Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Fragrantes da vida real (ou a habilidade de roubar títulos às Selecções do Reader´s Digest)

Todos já passámos por momentos de embaraço na vida. Mas há episódios que são embaraçosos para quem os protagoniza e para quem os presencia.

Há já muitos anos, estava na fila de um restaurante no Norte Shopping à espera de ser atendida, quando reparei que, enquanto atendiam uma senhora que estava uns lugares à minha frente, os empregados estavam visivelmente incomodados. Ao mesmo tempo que evitavam olhar para a cliente, continham o riso com dificuldade.

Quando a senhora acabou de ser atendida e se virou para sair, compreendi o motivo da hilaridade dos funcionários.

Percebi que a dita senhora era uma jovem mãe, pois empurrava um carrinho com um bebé quase recém-nascido.

Percebi também que tinha amamentado o bebé imediatamente antes de se dirigir à praça da alimentação.

Porquê? Porque a senhora saiu do restaurante a empurrar o carrinho de bebé com uma mão, a segurar o tabuleiro com a outra, e com uma mama de fora.

Fiquei tão espantada, que não tive presença de espírito para reagir.

Ainda hoje me penalizo por ter ficado paralisada e não ter corrido atrás dela para a avisar.

19 comentários:

LEANA disse...

Ahahahahahhahahahaahhahahahhahaahahahhahhaahhahah! A começar na foto (mas onde é que tu desencantas estas preciosidades melher?!) e a terminar no episódio que descreves!
Opá, que má, então não avisaste a pobre senhora?!
Julie má :p

BEIJOCASSSS

VP disse...

todos nós passamos por um aparato desses.

Susi disse...

Eu sei que é uma coisa natural, mas quando tiver um filho não me imagino na rua a tirar uma mamoca para fora e zumbas. Acho que fica feio ahah. Agora sair assim uma das "gémeas" de fora ainda é bem pior! Coitada!

Anónimo disse...

Tenta compreender: a mama de fora tinha o objectivo de arejá-la o suficiente a fim de amamentar a criança com leite fresco. lololololololololol.

Tio do Algarve disse...

Às vezes hesitamos e depois passou a oportunidade de fazer uma boa acção ;)

Mas confesso que depois do comentário do LOL fiquei a pensar que talvez sido de propósito. E o pai da criança? Sentadinho à espera?

Malena disse...

Má, pá! Tadinha da senhora!

LOL: Tu és perverso!!

Catarina Reis disse...

Francamente julie podias ter avisado a senhora. Beijos

Miss Murder disse...

Olha, isso perdoa-se porque ás vezes uma pessoa fica sem reacção. E se a tivesses avisado hoje não sentias esse peso na consciência não é? E peso na consciência é tão bom.

Pusinko disse...

Mau timing para ficares a colar o pistão e nã reagires!
A senhore podia constipar a mama e tu ali, em choque... pfffff

:)

Blizard Beast disse...

Que maldade! isso e não avisar as pessoas quando tem "macacos" a sair do nariz devia de ser punido com apedrejamentos na via pública.

Queen of Hearts disse...

Eu já ouvi dizer que a maternidade traz assim umas perdas de memória e quase de consciência. Por outro lado, já nos aconselharam nas aulas de preparação que a melhor coisa para quem está a iniciar a amamentação é deixar as mamocas ao léu. Não sei, estou só a deitar-me a adivinhar o que poderia ter acontecido à senhora... [e a rezar pela minha própria sanidade mental num futuro próximo] Quanto a ti, não te penalizes. A senhora andou fresca e fofa, confortável, regaladinha. A criança tinha o alimento à mão de semear. Eventuais taradões ficaram delirantes da vida.

Senhor Geninho disse...

Want some milk? xD

Anónimo disse...

Olha, que mal tem isso?
Na semana passada os teus conterrâneos levaram as vacas para a Trindade e deixaram o pessoal mamar nas vacas, que também estavam com as mamas de fora e ninguém se importou... eheheh

Anónimo disse...

Coitada!:)
Eu já quase perdi as calças, já andei com uma meia de fora delas...mas as maminhas têm sido resguardadas...julgo!lol

ANTIFALSIDADES disse...

Efeitos do strees por parto e a ânsia de ingerir energia para a próxima mamada! Coitada.
A mais comprometedora foto que tenho é num controle de segurança de aeroporto em que uma segurança me pediu para subir a camisola e me mexe no cinto. Um colega tirou a foto e parece que ela está a espreitar para o interior da roupa. Vou publicá-la um dia destes :))

Petra disse...

hahhahahhahah e isso pode acontecer a qlq pessoa... Jasssssuuuhhhssssshhhh!

AVOGI disse...

deixa lá nao te martirizes ela até queria isso mesmo para refrescar os mamilos!
kis :=)

Anónimo disse...

Ahahah, o que os filhos nos fazem.

Bluebluesky disse...

Oh coitada da mulher...