Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Não havia necessidade!

José Alberto Reis, Mónica Sintra, Romana e Pedro Camilo resolveram aderir àquela maniazinha irritante muito em voga entre os músicos portugueses, que dá pelo nome de "projecto paralelo" ou até "homenagem".
E que música resolveram eles assassinar? Sim, meus amigos, porque estamos em presença de um acto criminoso... Pois bem, os quatro meliantes fizeram a sua versão de "E Depois do Adeus" do Paulo de Carvalho e foram cantá-la ao Herman 2010.
Agora, eu pergunto: alguém viu o Paulo de Carvalho desde 6ª Feira? É que temo pelo coração do pobre homem...
Pelo menos os "Amália Hoje" esperaram que a mulher morresse antes de lhe arruinarem o espólio musical!
------
Vejam AQUI com os vossos próprios olhos - a cantoria começa a partir do minuto 5´10.
NOTA: Reparem no trabalho executado no cabelo de Romana, digno de um artesão cesteiro.
---
(Tenho de agradecer à minha amiga AS por me ter alertado para esta pérola)

5 comentários:

Teresa disse...

Nem tenho palavras...que medo!

Catarina Reis disse...

Realmente é deveras "assustabolástico"
Beijos

Luis Baptista disse...

que merda de playback.
o pior disto é que eles fazem aquilo mesmo a serio! o alberto reis parece que está a morrer.
quando se pensava que nada seria pior que a dos gift a cantar a amalia aparece-nos esta merda.

Manuela disse...

Julie, és tão má!! Mas eu gosto das tua malvadez ;)
Beijinhos

Anónimo disse...

Thanks :)
--
http://www.miriadafilms.ru/ приобрести кино
для сайта almas-mortas.blogspot.com