Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





terça-feira, 10 de abril de 2012

A democracia segundo Louçã

Ouvi dizer que o inolvidável, sempre atento e muito oportuno Francisco Louçã exigiu a realização de eleições legislativas antecipadas, caso Portugal venha a precisar de um "novo empréstimo".
Como já não vou para nova e a memória começa a falhar, resolvi consultar os resultados das últimas eleições legislativas, que tiveram lugar há quase um ano.
Mas pelos vistos, o distraído nesta história é Francisco Anacleto, porque se há uma interpretação possível desses resultados é que os dois partidos que formaram governo obtiveram maioria absoluta, enquanto o Bloco se ficou pelos 5%.
Se bem me lembro, nenhum dos dois partidos do governo fez grandes promessas de grandeza ou prodigalizou maravilhas futuras.
Das duas uma: ou Chiquinho andou distraído durante a campanha, ou quer derrogar a vontade dos portugueses.
Eu até o percebo. Desistiu de transformar Portugal no El Dorado dos Trotskistas, a Albânia. Quanto a mim, precocemente, pois nunca os dois países estiveram tão próximos. Por isso, decidiu que a instabilidade grega é que convinha. Pelo menos, a ele...


Os mais atentos devem estar a interrogar-se acerca da escolha da imagem que ilustra este post. Eu explico: a imagem mais adequada seria uma foto de Louçã. Mas, meu amigos, apesar de neste tasco se chafurdar amiúde na lama, há limites que não se ultrapassam. Antes incorrer numa blasfémia e arriscar uma excomunhão...

26 comentários:

Pseudo disse...

O meu mais-que-tudo chama-lhe "o padre demagógico". E realmente concordo que ele não vive neste mundo, não.

Julie D´aiglemont disse...

E aquele tom de voz faz lembrar um seminarista, sim...

Confuskos disse...

Hajam blogues de Direita nesta blogosfera...

Finalmente sinto-me em casa... ai se eu discutisse política ajudava a dar umas bicadas no Chico, mas o post está bom demais!! :)

Beijinho*
(pena ser advogada... vou ponderar) :P

Julie D´aiglemont disse...

Bem vindo, Confuskos.

S* disse...

O povo escolheu, está escolhido. Adoro estes críticos de meia tigela.

Prezado disse...

O Louçã peca sempre por estas tiradas próprias de quem não conhece muita gente fora de Lisboa ( ou mais especificamente, da sede do Bloco ). Senão percebia logo que dar ao povinho a oportunidade de opinar sobre uma matéria para a qual 1. está-se a marimbar 2. não percebe um boi ( e por mim falo ) iria dar mau resultado, está visto que o pessoal em tempos de crise se vira para a direita...
A este a mão foge-lhe para o fascismo de esquerda...

Izzie disse...

Posso ser 'contra', que sou, mas pedir eleições antecipadas é pura chicana e nem merece comentário.

Martini Bianco disse...

O Louçã é um daqueles canalhas a quem a política se esgota na ponta da língua. Juro que se o visse na rua era capaz de espancá-lo.

Anónimo disse...

Um dos blogs que sempre leio com gosto e proveito: senso de humor ferino q.b., uma discreta e nostálgica poesia envolvente, quando faz sentido boa porrada nos camelos da praça que nos chateiam o dia a dia. E tudo vertido com estilo e sem erros de ortografia e sintaxe...e se bem o digo fora do horroroso acordo ortográfico!

Pulha Garcia disse...

Não podia estar mais de acordo. O Chico Louçã é mais um, na longa lista de malta da política Portuguesa, com excesso de direito de antena e perfeitamente apostados em fazer de Portugal a nova Grécia.

Catarina Reis disse...

Por vezes aparecem por aí uns engraçados que opinam sobre tudo e todos, e que por acaso dizem-se políticos de oposição...qual oposição pergunto eu? Beijos

O anónimo que tem melhor memória que a Julie disse...

Não consigo compreender esse "ódio" e ataques constantes ao Louçã.

Tal como disseste, e muito bem, o Bloco ficou-se pelos 5%. Ou seja, dito por outras palavras, não risca nada em termos políticos.

Já a tua suposta "falta de memória" é mais preocupante pois não foi há muito tempo que o teu Paulinho, em quem tu votaste, (estou só a dizer isto para o caso de já não te lembrares), fez afirmações em frente às câmaras de televisão junto à fronteira do país, bem ao jeito popularucho dele quando está em campanha eleitoral, a criticar o preço dos combustíveis e como isso é mau para o país e tudo o mais.

Olha lá se alguém o ouve agora que alapou a peida na cadeira do poder!

E foi há ainda menos tempo que o actual Primeiro Ministro, homem que se diz sério e que faz as coisas custe a quem custar sem pieguices, afirmou que não ia mexer nos vencimentos dos portugueses. Claro está que quem não se deixa cegar pelas cores do partido vai-se lembrar que tais promessas foram feitas em campanha eleitoral e toda a gente sabe o que ele tem feito desde que chegou ao poder.

E depois o Louçã é que é do contra e demagogo...

É quando vejo pessoas como vocês que percebo o porquê do país estar assim. Como disse a S*, o povo escolheu, está escolhido... Agora aguentem pois só têm aquilo que merecem. (E ainda bem que têm maioria absoluta, pois assim não vão poder sacudir a água do capote no fim dos quatro anos!)

marta, a menina do blog disse...

Vou ao Prado de propósito só para ver esse quadro... =D

José Silva disse...

Estou a ver que a Julie faz parte dessa direita radical que só vê o que lhe interessa.

Segundo o link que colocaste no post, nenhum dos partidos conseguiu a maioria absoluta nas eleições.

Nem as promessas do Passos de não aplicar impostos sobre os rendimentos nem as constantes visitas do Portas às feiras e mercados foram suficientes para dar maioria a qualquer destes partidos.

A maioria foi conseguida com uma coligação para a qual nenhum português votou.

Aliás, se há coisa que se tem tornado evidente neste últimos tempos é a forma manhosa e dissimulada com que a direita governa.

Felizmente os ratos são sempre os primeiros a abandonar o navio e como este país está a ir ao fundo mais depressa que o Titanic prevejo que as "ratazanas da coligação" comecem a saltar fora muito em breve.

Depois vai ser o povo (e não o Francisco Louçã), quem vai "despedir" o governo por incompetência e inadaptação ao posto de trabalho! Ahahahahah

Já não falta muito, Julie! Já não falta muito!

Tio do Algarve disse...

O Louçã, como já aqui foi dito é um demagogo do pior. Do pior porque não é ignorante na matéria. É economista e sabe do que fala...
E com aquela entoação de seminarista até engana umas velhinhas e uns incautos...

A propósito deste último comentário da auto-gestão popular recordo-me o que tem acontecido com essa metodologia populista, até nas empresas. Queremos tudo, mas pagar e responsabilidades nada. O estado somos nós todos, para dar, tem que ter e quem suporta são os nossos impostos. É pena que não seja a conversa fácil, aí somos ricos.

Bloga-mos disse...

O protozoário em questão nasceu com um caralho xxxl das Caldas profusamente enfiado na peida garantindo-lhe perturbações ad eternum ao nível de coisas...

AvoGI disse...

Ai JULIE doce amiga do norte e arredores estas tuas sensuais fotos de segunda feira deixam-me assim a modos que contente e bai de uei ainda levas com um mamute em cima por seres sincera (no poste superior)
kis .=)

Inês disse...

O Louçã quer batatinhas e redimir-se do que fez?Tivesse "ido" à Troika e provavelmente tinha tido o meu voto.

Anónimo disse...

Ó Juliezinha, já agora porque não fazes também um post sobre a absolvição de todos os arguidos do caso Portucale, que por sinal são todos do partido em quem votaste e que, curiosamente, está actualmente no poder, heim?

Toma lá o link para meteres no post

http://noticias.sapo.pt/nacional/artigo/todos-os-arguidos-do-caso-portuc_3308.html

Isto, claro está, se as tuas convições políticas permitirem que faças posts que não sejam contra os partidos da "extrema esquerda radical"!

Até estou para ver como é a "democracia segundo a Julie"!!! Ahahahah

Anónimo disse...

Ahahahahahah estou a ver que quando se trata do CDS ficas parca nos comentários pseudo-jocosos! Ahahahahah

É a democracia segundo a Julie no seu melhor! Ahahahahah

Ridícula!

UM TIRO NO PORTA-AVIÕES disse...

Há muita gente a quem não interessa que Portugal siga o caminho da Grécia, até porque estes últimos prenderam o Ex-ministro da Defesa por corrupção na compra de submarinos à Ferrostaal!!!

http://dinheirodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=6&id_news=178743

Vá lá, vá lá que o nosso Paulinho só comprou dois. Foi mais comedido que o congénere grego! Ahahahahahah

Agora continua lá com a tua perseguição ao partido dos 5%, enquanto os tacheiros do costume (em quem tu votaste, por sinal) afundam o país mais depressa que um submarino!

Nota: Já percebi que não tens coluna vertebral e verticalidade para publicar comentários que não te agradam até porque já deu para perceber qual o teu conceito de "democracia", mas também o principal objectivo é que o leias! Ahahah

Julie D´aiglemont disse...

Meu querido anónimo de estimação (espero que não te incomode este tratamento, mas começo a afeiçoar-me à tua idiotice):
não costumo responder aos teus comentários, pois concedo-me o luxo de só discutir com quem demonstre um nível intelectual igual ou superior ao meu. Mas hoje decidi abrir uma excepção.
Não tinha publicado os teus comentários, porque ainda não os tinha lido. Claramente, devotas mais tempo ao meu blog do que eu própria. Se isto não te fizer soar um alarme, talvez devas procurar ajuda profissional.
Provavelmente ainda não reparaste, mas só não publico os teus comentários quando demonstras desrespeito para com outros comentadores do blog. Porque quando as tuas idiotices me visam apenas a mim, confesso que sinto o meu ego a ser afagado. É que, aqui entre nós, eu quando não gosto de alguém, desprezo-a, não lhe dou qualquer importância. Uma vez que me dedicas tanta verbe, começo a achar que nutres alguns sentimentos a que a minha condição de comprometida não me permite corresponder. Mas não desesperes: encontrarás outra mulher que saberá dedicar-te a afeição que mereces.
Como não gosto de sentir-te ansioso quanto à publicação de comentários e às notícias sobre que vou ou não escrever, vou esclarecer-te sobre uma característica dos blogs: são meras páginas pessoais e não órgãos de informação de Estados democráticos. Por isso, neste blog eu falo do que me apetece, não há cá garantia nenhuma de isenção. E publico os comentários que quero.
Não gostas da minha "linha editorial"? Olha, temos pena. Talvez devesses considerar não voltar cá...

É PRECISO SABER TITILAR A MENINA! disse...

O curioso é que mal coloquei as frases "verticalidade" e "coluna vertebral" no último comentário eles apareceram logo que nem um tiro. À tua beira o Lucky Luke parece uma lesma a sacar!!!

Ainda não os tinhas lido, dizes tu. Pois, pois... As tuas explicações são mais esfarrapadas que um sem-abrigo!

É que, aqui entre nós, eu quando não gosto de alguém, desprezo-a, não lhe dou qualquer importância.

Então deve ser por isso que, na "linha editorial" que tu escolheste para o teu "tasco" (estou só a utilizar palavras que tu já usaste antes para descrever o teu blog), tanto falas no Louçã.

Eu começo é a achar que afinal tu tens pelo homem sentimentos inapropriados à tua "condição de comprometida"!

Olha, uma coisa te digo, este post começa a ser mais divertido do que aqueles que tu pões à 2ª feira com os gays a fazerem figuras ridículas!!! Ahahahahahah

ÉS CÁ UMA OFERECIDA disse...

Quer dizer, o gajo critica-te por falares mal do Louçã e tu começas logo a fazer-te de difícil ai e tal sou comprometida e coisa e tal...

Cá pra mim tu andas é a precisar de atenção de macho!

Olha o facto deste post ter sido publicado logo a seguir ao outro é pura coincidência, nem quer dizer que somos a mesma pessoa nem nada... É só coincidência, juro...

pfffffffffffffhehehehehehehehe

Pseudo disse...

O teu comentador é um kiduxo. É como o meu. Cá para mim... :)

Tio do Algarve disse...

Ás vezes apetece partir a a louça...