Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





quinta-feira, 28 de julho de 2011

Mensagem para AlterEgo*


*Não me perguntem quem é AlterEgo. Só sei que gosta de me provocar na caixa de mensagens.

E para não sair da temática do dia...

O que é que esta foto me faz lembrar...?

Hmmm...

Ah! É isto:

E por falar nisso...

Moisés era ruivo:

Paradoxos que me intrigam (#2)

Cristo era um judeu do Médio Oriente, certo?
Então, porque é que é quase sempre representado com olhos verdes ou azuis, pele muito clara e, por vezes, cabelos claros?

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Isto é um bocadito desrespeitoso, ou não?

Actores brasileiros infiltrados no funeral de Amy Winehouse fingiram ser amigos da cantora e até deram entrevista à RTL (notícia aqui).

Quando uma boçal e insensível como eu acha que se levou o humor longe demais, é capaz de não ser muito bom sinal.

Previsões de Madame Julie, a sibila

Homens (#3)

O homem é como o soalho flutuante: se for bem montado, pode ser pisado durante mais de 30 anos.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Sabes que trabalhas no escritório certo quando... (#2)

...Uma das tuas sócias chega ao escritório nestes exactos preparos:
Ela tentou explicar. Eu não quis ouvir, preferi tirar uma foto para imortalizar o momento.

Adeus, vou para Angola!

Encontrei o escritório ideal para trabalhar:

(clicar para aumentar)
Sugestão de trabalho da autoria de Maria Papoila.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

NOTÍCIA: Mónica e Rubim levam Kenzo para casa

Li o título da notícia e pensei: "Então agora é notícia quando os famosos compram perfume?"
Fui ver. O filho das criaturas é que se chama Kenzo (notícia aqui)!
É bom saber. Quando tiver um filho vou chamar-lhe Armani Code.

2ª Feira é dia de gente sensual (#17)

Eu gosto é do Verão!

Imagem generosamente enviada pela Elsar.

domingo, 24 de julho de 2011

Balanço do casamento de 6ª Feira

Ontem de manhã pesei-me: 900 gramas a mais.
Ontem à noite fui ao McDonalds, porque ando doida a coleccionar o diabo dos copos de Coca Cola (sim, sou uma presa fácil do marketing). Hoje de manhã não me pesei.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Hoje não trabalho!

Não, não estou de férias.
Vou a um casamento (sim, a uma 6ª Feira...).
Portanto, hoje é dia de encher o bandulho!
Amanhã estão proibidos de me perguntar o peso. É só para avisar...

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Quem és tu, Julie?

A Pseudo pensa que sabe.
E não é que sabe mesmo?! A rapariga é bruxa, meus amigos, bruxa!

Definição de "assustador"

A criatura atrás da porta...

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Mas qual será o nome do escritório?

PC, um dos malucos de que falei no post abaixo, andou uns tempos dedicado à tarefa de dar um nome ao nosso escritório. Achava que ficava bem no papel timbrado.
Infelizmente, as sugestões que dava eram de tal forma idiotas que não colhiam a nossa concordância. Chegou, inclusive, a sugerir uma expressão em latim. Ridículo, claro.
Cansada da história, Rosebudd resolveu pregar-lhe uma partida.
Disse-lhe que na ausência dele tínhamos falado no assunto e tínhamos decidido que o nome do escritório seria uma expressão em latim: Pro Rata.
Depois de quase ter sucumbido a uma apoplexia, PC indagou o que raio aquilo significava. "Por rateio", respondeu-lhe Rosebudd, mostrando indignação com a ignorância. E ainda esclareceu que estávamos as 3 de pleno acordo!
E o pobre começou a ficar aflito com a antevisão de trabalhar num sítio com um nome desses.
E perguntava a Rosebudd se aquilo não lhe soava mal, se não se prestava a segundos sentidos. Mas ela, implacável e firme, dizia-lhe que não, que deixasse de ser maldoso.
E ele, coitado, perplexo e sem palavras.
Passadas algumas horas, telefonou a AS a implorar que reconsiderássemos, que aquilo não era nome digno.
AS, movida pela pena que lhe inspirava a pungência na voz do homem, revelou-lhe que nos tínhamos conluiado numa pilhéria.
Passado algum tempo, Rosebudd resolveu fazer uma surpresa e instalou no desktop de todos os computadores do escritório a seguinte imagem:

Mas PC protestou: escritório de advogadas?! E porque não havia na imagem um rato másculo como ele?
Rosebudd, compassiva e boa pessoa, procurou uma imagem com 4 ratos. Como não encontrou, optou por colocar um rato suplementar. Mais concretamente, uma ratazana. Eis o nosso novo display:

Se perdemos tempo com idiotices?! Claro que sim, mas conseguirmo-nos manter juntos e com paciência para aturar as loucuras dos clientes por mais de uma década requer bom-humor.

Meet the office

Parece que hoje dediquei o tema ao meu escritório. Foi involuntário.
Antes que fiquem com uma ideia errada, devo esclarecer que os meus sócios têm doses iguais de competência e loucura.
A minha 1ª sócia foi AS: lançámo-nos na loucura de trabalhar sozinhas em meados de 2000.
Passado algum tempo, apareceu PC, um rapaz que tinha estagiado connosco e que, insensatamente, queria trabalhar connosco. Apesar de ele ser casado e ter uma filha linda, habituámo-nos a tratá-lo pelo epíteto de "bicha loira". Como calculam, ele costuma responder-nos com termos igualmente carinhosos.
Há cerca de 3 anos, Rosebudd reapareceu nas nossas vidas profissionais (também tinha estagiado connosco).
Em resumo, somos 3 gajas e 1 gajo. E antes que chovam as piadas acerca do assunto, neste caso são as mulheres que têm uma paciência infinita com o único macho do escritório.

Sabes que trabalhas no escritório certo quando...

...Uma das tuas sócias, depois de dissecar a secção relax do Jornal de Notícias, sugere que dediques um dia por semana no teu blog a esse tema.
A seguir, ouves as tuas duas sócias a imaginarem anúncios relax para elas próprias com trocadilhos. Do género "especialista em órgãos... autárquicos", "experiência com varas... criminais", "gosta do convívio activo... em assembleias gerais".

Estarei a trabalhar no país errado?

A página on line da revista Sábado (aqui) conta a história de Maria José Cristern, uma tatuadora de 35 anos de idade, que diz que a decisão de se reinventar como "mujer vampiro" partiu da sua terrível história de violência doméstica.
Vai daí, aplicou recentemente um novo conjunto de implantes de titânio na testa, como chifres, bem como "presas" de vampiro nos dentes e vários piercings no rosto, mostrando o seu corpo como uma peça de arte na exposição de tatuagens de Monterrey.
Até aqui tudo normal... bom, mais ou menos normal.
A minha atenção prendeu-se na seguinte frase:
Foi criada de acordo com os valores da Igreja Católica, é advogada e tem quatro filhos. Garante que vive uma vida normal, que se sente bonita e que é uma mãe muito dedicada (sic).
Advogada?! Como? Onde?
Eu, que costumo descolorar o cabelo durante as férias e pintá-lo de cores garridas, tenho o cuidado de o voltar a pintar de castanho assim que regresso ao trabalho, sob pena de deixar de ter trabalho!
A mulher tem cornos de titânio, por Deus! E suponho que os clientes não se importem!
Será que ela não quer uma sócia?

terça-feira, 19 de julho de 2011

E para não sair da temática do dia...

Paulinho, filho, que ideia foi essa de apareceres no conselho de Ministros dos Negócios Estrangeiros europeus de fato amarelo com gravata azul bebé?
Bem sei que não percebo nada de moda e tendências, mas os outros senhores estavam TODOS de fato escuro, fofo. Parecias o rei-sol, querido.
Vá, toca a voltar aos fatos de risca diplomática, que agora até combinam com o posto que ocupas.

E por falar em roupa...

A Universidade Católica Portuguesa criou regras de vestuário para alunos, professores e funcionários da sede, em Lisboa (notícia aqui).
Não é coisa que me incomode, não só porque não tenho por hábito andar de chinelos na rua, como já saí da Faculdade há 14 anos.
Mas chamaram-me à atenção as seguintes declarações do reitor Manuel Braga da Cruz:
«Nós não vamos adoptar nenhum código de vestuário (...) O que se pede às pessoas é que venham vestidas da forma mais adequada e não como se fossem para um local de diversão», exemplificando que não quer ver alunos com «chanatos ou uma camisola do Benfica», ou de calções, como se fosse para a praia.
Parece-me sensato: uma pessoa que envergue uma camisola do Benfica é capaz de tudo! Falo por experiência própria, porque tive o azar na vida de escolher um lampião como proto-noivo.

Expliquem-me uma coisita...

Isto é moda?
"Destyroyed Cotton T-Shirt, Balmain, $1624"
Uma t-shirt completamente esburacada por 1.624 Dólares??
Os buracos são especiais? São feitos com o sabre de luz do Darth Vader, querem ver...

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Rosebudd, o que fizeste no fim de semana?

"Fui à praia."

video

Então, para a próxima bebe água, que os cães também bebem e correm como o caraças!

2ª Feira é dia de gente sensual (#16)

Se houvesse McDonalds no Jardim do Éden:

I hate Mondays!

Seis horas e dois cafés depois de me ter levantado e o sono continua o mesmo.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Definição de "repugnante"

Quando crescerem, os miúdos vão precisar de tanta terapia...

Sempre fui muito parvinha, graças a Deus...

Hoje, a minha amiga AS reencaminhou-me um e-mail que lhe enviei em 2005.
Era um mail satírico a gozar com uma amiga que enviou para algumas dezenas de pessoas (com endereços a descoberto) um daqueles pedidos de ajuda que correm a net milhões de vezes.
Cansada de receber correntes, respondi para todos os contactos, mesmo aqueles que não conhecia de lado nenhum.
Surtiu efeito, porque desde então nunca mais recebi nenhuma corrente enviada por essa amiga... nem qualquer outro tipo de e-mail, é certo.
Eis, então, o e-mail que enviei:

Somos pais de uma jovem donzela (!) de 31 anos, que se chama Julie D´aiglemont. O nosso rebento (a Julie) padece de uma doença chamada síndroma P.D.M., que a faz sofrer dores atrozes, provoca-lhe diarreias e hemorragias nasais.

O referido síndroma P.D.M. significa "Puta Da Mania" e caracteriza-se por provocar desejos irreprimíveis de grandeza e ostentação.

Por isso, a nossa menina acorda a meio da noite a gritar que quer um Porshe, um Saab, um Jaguar e uma casa na Foz.

Temos jogado todas as semanas no Euro Milhões, Totoloto, Loto 2, Joker, raspadinha e Totobola, mas a sorte tem sido madrasta.

Temos consciência de que nenhum de vocês tem dinheiro suficiente para ajudar a nossa Juliezinha, mas todos juntos podem conseguir aplacar estes desejos de grandeza.

Como pais, nunca desistimos de encontrar uma solução e tivemos conhecimento através de diversas opiniões da comunidade científica de que não havendo meios técnicos e humanos no país para o tratamento e cura desta doença, poderia haver uma forte esperança num Hotel de 5 Estrelas no México. Inúmeros portugueses com patologias idênticas atravessaram o oceano recorrendo a este centro, onde se confirma um êxito apreciável em tratamentos de casos similares. Ora, a verdade é que as despesas correspondentes ao internamento, avaliação, tratamento e estadia são elevados para os rendimentos do nosso agregado familiar. Deste modo, apelávamos à vossa solidariedade e generosidade para que nos ajudem com o pouco que seja, pois toda a ajuda é útil.

Apelamos para que ajudem a Julie a concretizar o seu maior sonho: SER RICA!

O factor financeiro é a única barreira para que possamos ver realizada a nossa intenção e é a nossa última esperança para a cura da Julie. Sem outro assunto, agradecemos encarecidamente a vossa ajuda e empenho para a problemática desta virgem senhora.

Em nome dos pais da Julie, OBRIGADOS e continuação!

Porto, 23 de Maio de 2005

P.S. Querida B., de cada vez que mandares correntes, pedidos de ajuda e afins, vou enviar-te vírus que te perseguirão pessoalmente através das ruas de V.N. Gaia!

Julie, que tipo de geek és tu?*

Preferes Star Trek ou Star Wars?
Nenhum dos dois: prefiro Espaço 1999.

Portanto, sou uma geek chunga.


*E porque falas na 3ª pessoa? Acaso tornaste-te jogador de futebol?

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Paradoxos que me intrigam (#1)

Não, não vou falar do paradoxo de Zenão (que andei anos para perceber), nem do gato de Schrödinger.
O que me intriga é o seguinte: no Star Trek a tecnologia atingiu um patamar em que o teletransporte de seres humanos é feito diariamente e sem qualquer problema. E as naves atingem a velocidade da luz mais facilmente do que o meu piqueno Smart passa dos 130.
Então, como raio ainda não descobriram uma cura para a calvície do capitão Jean Luc Picard?


terça-feira, 12 de julho de 2011

10 coisas de que gosto... mas dizem que não deveria

A Marie Supertramp enviou-me um desafio que consiste em postar 10 fotos das coisas que mais gosto.
À partida parece fácil de responder a este repto. Mas como já quase toda a blogosfera o fez, é difícil não repetir o que já todos disseram, porque, sejamos francos, quase todos gostamos mais ou menos das mesmas coisas.
Por isso, decidi responder com um pequeno twist: coisas de que gosto, mas que normalmente provocam o levantar de uma sobrancelha nas outras pessoas.
Aqui vai:

Bolos com aspecto hiper-mega-químico (os bolos caseiros são sobre-estimados)

Dizer palavrões quando estou bem disposta (sim, sou a típica tripeira que chama os amigos de "meus caralhos")

Ler na praia revistas de gosto duvidoso (quanto mais chungas melhor - infelizmente, a Ana Mais Atrevida acabou)

Cláudio Ramos... que querem?, simpatizo com o moço.

Cultivar a máxima "o sujo conserva" quando me refiro ao meu carro

O trágico D. Sebastião é o meu rei preferido (um dia explico)

Chatear eco-chatos (já fui membro da Green Peace. Hoje em dia não tenho pachorra para os ecologistas militantes)
Adoro a Mossad (um terrorista bom é um terrorista morto)

Um toureiro consegue arrancar-me um "olé" quando morre. De preferência se for da responsabilidade de um touro

Grindcore metal (não, não gosto de jazz. Gostos são gostos, meus amigos)

ADENDA: Esqueci-me que é suposto passar o desafio a 10 bloggers. Nada disso! Vou passar a uma só, mas que vale por 10: Maria Papoila chamada ao castigo, faxabôr!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Passatempo: quantos porcos tem a imagem?

Esta é a extraordinária imagem que surge quando se abre a página on line do restaurante Torricado (ver aqui).
A minha amiga AS, que descobriu esta preciosidade, diz que o restaurante não é mau. Mas o criativo autor da obra merecia o destino que tiveram os infelizes porcos, por ter tido uma ideia tão idiota.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Extinção dos Governos Civis

Há uns dias, o 1º Ministro decidiu não empossar novos Governadores Civis, demonstrando assim a intenção de extinguir estes tachos... errr... postos, queria dizer postos.
A maioria dos analistas políticos concordaram com a medida e ouviu-se uma quase unanimidade em volta da ideia de que a instituição é praticamente vazia de conteúdo.
Terei eu de ser a voz dissonante?
Terei de ser eu a lembrar que havia sempre um representante do Governo Civil nos concursos televisivos? Oh meu Deus, e agora? E se no Totoloto volta a sair uma bola com um zero, como aconteceu em 1996?
Estamos perdidos!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

2ª Feira é dia de gente sensual (#15)

Como o trabalho me tem impedido de vir ao tasco e na passada 2ª Feira não atormentei vosso sono, decidi que hoje a dose é dupla - e reparem, agrada a todos: aos que preferem as mais generosas de carnes e aos que preferem as menos espaçosas: