Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





segunda-feira, 5 de julho de 2010

Ser coerente é...

... Sendo uma devoradora inveterada de fruta, ser adepta de um clube com a mesma obsessão: depois das escutas telefónicas acerca da "fruta", contratam uma maçã podre.

6 comentários:

Teresa disse...

Coitado do rapaz!! A ser apelidado de maça podre na praça pública!!

Salustio disse...

Não tem nada a ver com a maçã, mas, pronto. O blog dos filmes voltou a mexer. (isto obrigou-me a escrever "jectal" para aprovar o comentário)

Dora disse...

Foi a pior analogia que ouvi nos últimos tempos. Esse Bettencourt é parvo. O ra+az vai para vai o dinheiro.

Catarina Reis disse...

São todos uns "filhos da fruta", é só o que te posso dizer Julie.
Bjs

Martini Bianco disse...

Assim são coerentes.

Julie D´aiglemont disse...

Salustio: agradeço o aviso e lamento muito o "jectal" (será uma combinação de rectal com jacto? Nesse caso, será uma enrabadela do Super Homem?)