Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





quarta-feira, 16 de junho de 2010

Não vou fazer piadas, vou postar a notícia exactamente como a vi.. Vou só dizer: oh meu Deus!

Pedro Perestrelo, filho do falecido locutor desportivo Jorge Perestrelo - o homem da rádio que ficou conhecido pela expressão ‘Ripa na Rapaqueca' -, é actor de filmes pornográficos.
O jovem, de apenas 20 anos, que acaba de fazer a sua estreia no filme pornográfico português ‘Tavares - O Arquitecto Quebra-Bilhas', diz que encara a profissão como outra qualquer e afirma que tem a certeza de que o pai o apoiaria na sua opção.
Linda Perestrelo, mãe de Pedro, diz que está muito orgulhosa pelo facto do filho ter assumido publicamente que é actor pornográfico.
Em declarações ao Correio da Manhã, Linda Perestrelo refere apenas que o filho arranjou um trabalho e que desde a morte do marido, Jorge Perestrelo, a vida não tem sido fácil nem para si nem para os filhos.

12 comentários:

Catherine Linton disse...

WTF?!?!? Anda uma mãe a criar um filho para isto???

Bem, esperemos ao menos que o rapaz obtenha prazer no seu novo trabalho, já que o comum dos mortais, normalmente, labuta por obrigação e sobrevivência.

Julie D´aiglemont disse...

Não me sai da cabeça a expressão "ripa na rapaqueca"... E repare, não fiz nenhuma piada brejeira! Mas o esforço que estou a fazer, meu deus!

Catherine Linton disse...

Sabe que foi isso que me chocou: Não ter dado uso à sua encantadora arte de maldizer. Nem uma alusão elegante como por exemplo, "cortar o prefixo da rapaqueca"? Vá lá! Faça-me a vontade!!!

Dora disse...

Tenho aqui o filme hám semanas e ainda não peguei nele...a ver se é agora.

Teresa disse...

Também fiquei sem palavras quando li essa notícia! Não há comentário possível!

Julie D´aiglemont disse...

E bons que costumam ser os filmes porno portugueses...! Quando me lembro do "Fim de Semana Lusitano"...
Eu nem ia comentar, mas vou explodir: então, anda uma mãe a criar um filho, para ter orgulho em ele fazer filmes pornos?! Qual será a profissão da senhora?

Catarina Reis disse...

Penso que a questão aqui, é o orgulho de se assumir o que se faz. Orgulho o quê??? O homem faz filmes porno. Eles que acordem para a vida.
Bjs Catarina

Imperator disse...

é uma profissão honesta :-) e com a vantagem de que no fim, sabe-se sempre o resultado do trabalho... é produtivo...

rosebudd disse...

Quem sabe ele não está a preparar o futuro?
Sim, se a Cicciolina chegou onde chegou, não terá ele no horizonte o parlamento europeu?
Aliás, se o Rangel (por quem tenho um ódio de estimação- note-se) conseguiu, ele está no bom caminho!

Dora disse...

Quantas pessoas é que já não se imaginaram a fazer o mesmo...este chegou-se à frente.

Julie D´aiglemont disse...

O que me confunde não é um miudo de 20 anos ser pago para dar umas ripas na rapaqueca (sucumbi à piada fácil, era inevitável). O que me confunde á a mãe ter orgulho.

rosebudd disse...

Diga-se mais, há muitos filmes porno, cujo argumento é bem mais interessante do que algumas mega produções.....
Pelo menos dão-nos para rir !!!!