Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





sexta-feira, 5 de março de 2010

Escutas

Eu gosto de escutas! Gosto muito, até. Não porque acalente qualquer esperança que fiquem a descoberto as ilegalidades que enformam a actuação de alguns políticos e que isso lhes acabe com o sentimento de impunidade, demovendo-os de futuras práticas ilegais.
Não, eu sou pura e simplesmente coscuvilheira.
De acordo com o semanário Sol, terá sido proferida a seguinte frase: "o Sócrates tem de dar uma sticada na gaja". Confesso que fiquei intrigada. Não por causa de semântica. Afinal, depois da famosa punch line de Ferro Rodrigues "estou-me a cagar para o segredo de justiça", nenhuma expressão vernacular me faz esboçar qualquer esgar de surpresa.
O que me intriga é o seguinte: há uma senhora que, alegadamente, se opõe a que os desideratos do Governo sejam bem sucedidos. E a solução passa por seduzi-la?! Ó meus amigos, mas então o nosso Primeiro-Ministro é alguma puta?
Bom, vou ali levar com um processo-crime e já venho.

3 comentários:

Catherine Linton disse...

Querida Julie,
E não é que só agora o Universo me concedeu a abébia de me refastelar no seu sofá convenientemente, e atentar na sua mobília tão jeitosinha? Malvado seja!
Agora até podia dizer que ficarei fiel seguidora se isso do seguidor não me soasse a coisa de gente doente. Mas acho que percebeu a ideia.
Relativamente ao assunto derivado da questão (LOL), como é evidente, o nosso PM é uma puta. Daquelas finas, porque veste Armani dos pés à cabeça, e aqui que ninguém nos ouve, em dias inspirados, até é uma puta apresentável. E fala bem que só ela sendo, por isso, a companhia ideal para levar em viagens.
O que me choca nesta sua dúvida tão flagrante nem é a actividade velada do PM. É imaginá-lo a sticar a gaja em questão. É que, por amor dos santinhos todos, isso deveria ser considerado escravatura laboral. Todos sabemos que há que engolir sapinhos na vida, mas sticar aquela gaja seria, usando palavras do próprio, lamentável. Para não dizer trágico.

Julie D´aiglemont disse...

Cara Catherine: sinta-se sempre à vontade para descansar nestes cómodos. Realmente tem razão, o nosso P.M. é uma puta de luxo, porque tem um aspecto superior à media e o preço de cada queca...

Osk disse...

mt bom....puta de luxo...roftl!!