Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





terça-feira, 16 de março de 2010

Uma gaja sabe que está louca quando...

...De manhã acorda com tonturas;
...Depois do banho continua a sentir-se tonta;
...Sabe que tem uma longa viagem de carro pela frente;
...Imagina logo que vai desmaiar durante a condução;
...Já vê o aparatoso acidente que isso causou;
...Está a escolher a roupa interior e decide optar por um conjunto mais apresentável, para que os bombeiros e paramédicos que desencarcerarem o seu cadáver não reparem no soutien velho ou nas calcinhas com o elástico lasso!

Deverei já mudar o nome para Heathcliff, começar a bater com a cabeça nas paredes e desatar a gritar: "Dr.ª Catherine Linton, preciso de ajuda"??

22 comentários:

oskar_rodrigues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Osk disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Osk disse...

Depois de ler o seu post deu-me uma ideia...Deveríamos andar todos com o testamento ou com as últimas palavras, escritas nos boxers, ou no caso feminino, na "cueca d'avó". Por isso deve repensar na altura de escolher a roupa interior num desses dias. Tenha sempre reservada a "calcinha last day"!

Julie D´aiglemont disse...

Caro Osk: gostaria muito de aceder ao que pediu... infelizmente não sei fazê-lo! Sim, preciso muito de 1 daqueles livros "Internet para Totós". Sorry!

Catherine Linton disse...

Ora bem, refeita que estou - estou? Não sei se estarei! - desta pequena referência à minha singela pessoa, que além de me deixar encolhida de vergonha, também me rasgou um sorriso no rosto, vamos lá ao que interessa.

Julie, dear,
A primeira coisa a fazer será certamente começar o dia comendo qualquer coisa, açucarada de preferência para repor a glicose, e logo a seguir, um café para lhe subir a tensão.
Depois na hora do banho talvez fosse engraçado usar a torneira da água fria. Desperta logo e ainda traz uns benefícios fantásticos à pele.
Poderá sim, desmaiar durante a condução porque não preza a sua profissão, minha querida. Vá mas é cobrar honorários escandalosos, como faz qualquer colega seu, minimamente interessante, e poderá dar-se ao luxo de contratar um motorista.
Formar constructos pictóricos na mente é o resultado directo do Fantas. E um recalcamento por todas as vezes que chega atrasada e tem a audácia de inventar mentirinhas piedosas.

Agora, tenho que dizer que fiquei estupefacta com a lingerie! Só pode ser louca! Então soutiens velhos na gaveta? Cuecas com o elástico lasso? Solta-se-me a Heidi Klum que há em mim e interno-a já!

No entanto, é com muito gosto que lhe digo que tem remédio. Não referiu a Hello Kitty na roupa interior, logo, não pode ser nada grave. Amanhã já estará tudo de volta ao normal.

Ao seu dispor,
a sua mui atenta terapeuta
C. Linton

Catherine Linton disse...

Oh sr Engenheiro, deixe-me que lhe diga que as pobres adeptas das cuecas reduzidas, nessa sua óptica, terão de (escolher uma das seguintes):
a)levar os pertences para a cova
b)fazer voto de pobreza
c)inscrever na roupa interior um mapa do tesouro em tamanho microscópico
d)nenhuma das anteriores

Duvido que consigam escrever algo maior que Made in Heaven.

Julie D´aiglemont disse...

Cara Catherine: nem quero imaginar onde nos levaria o dissecar da sua frase "levar os pertencentes para a cova"... Oh meu deus, o estivador voltou...

Osk disse...

Oh Sôtora, compreendo, mas já por isso referi a cueca d'avó, a referida "last day panties". Se bem que, isso só resultava quando soubesse que seria o "tal" dia. Num dia dito normal, em que supostamente tudo iria correr bem, e logo usaria a calcinha reduzida, usava as coordenadas gps,da calcinha d'avó, inscritas na parte da frente! ;)Solved!

Osk disse...

Leia-se:
SôtoraC=Senhora Doutora Catherine
SôtoraJ=Senhora Doutora Julie

Se preferirem outro tipo de nomeação é favor dizer.

Osk disse...

SôtoraC, sem querer abusar, mas já abusando, talvez a Sôtora me possa ajudar. É o seguinte, sempre que deito para dormir, e começo a pensar nas coisas da vida, etc, começo a ver uma mancha em forma de borboleta...Mas uma borboleta com um corninho em forma de Y e o outro em forma de S..Já tentei estudar o teste de Rorschach mas não chego a lado nenhum...Pode ajudar-me? Obrigado pela atenção dispensada.

Julie D´aiglemont disse...

Temendo meter a foice em seara alheia, não posso deixar de comentar que já só faltam as letras G e A para se formar uma palavra que muitas vezes designa um conjunto de engenheiros...

Julie D´aiglemont disse...

Oh Sr Eng.º, me desculpe, que ando muito brejeira! Serão recalcamentos por ter estudado enclausurada em colégios de freiras? Mais um trabalho para SotôraC...

Osk disse...

Ah...Não acredito...Terá que ver com isso??? Por acaso ultimamente tenho tido algumas dúvidas,mas nunca pus essa hipótese..Se calhar não é uma borboleta, mas sim dois corpos masculinos juntos..OMG!!!E para piorar,mas reforçar a hipótese, o meu segundo nome começa por S e o do meu melhor amigo por Y...Agora começa tudo a fazer sentido...Obrigado Julie,obrigado!Sem querer, com a sua piada, ajudou-me imenso. Amanhã vou tirar as dúvidas e já vos digo. Vem cá a casa um senhor que percebe de coisas do oculto, mas também vou confrontar o meu amigo sobre isso. Tou ansiosíssimo!

Catherine Linton disse...

Não pode uma pessoa ausentar-se do poleiro por umas horas, para atender a compromissos sociais irrecusáveis, que sem dar por isso, o circo monta-se e perde-se o espectáculo.
Vou tentar responder a cada um dos prezados, da melhor maneira possível, por isso, antecipo que nada de bom poderá advir.

Julie, minha querida,
Estou deveras preocupada consigo. Eu que posso gabar-me de estar sempre a um passo do acontecimento, confesso não ter visto no meu comentário acima nada que pudesse ser passível de ser dissecado pelo espírito do estivador que lhe possuiu o juízo. Resta-me concluir que não é de um psicoterapeuta que precisa. Precisa antes de uma daquelas senhoras muito simpáticas que vêem o que o comum mortal não vê, geralmente munidas de um sinal grande no nariz, água benta em quantidade e um crucifixo.
É que parecendo que não, pode ser perigoso. Imagine que está a tentar encobrir um daqueles seus clientes ranhosos, criminosos até à quinta geração, com um dos subterfúgios geniais que tão bem conhece, e lhe sai algo como

Meu filhadaputa, então tu mandaste(S) limpar o sebo àquele paneleiro da noite, conhecido por gostar de levar na peida vestido à puta manhosa, e agora vens 'praqui' chagar-me a cabeça para te limpar a ficha? Desemerda-te mas é, que isto não é a da Joana, ouviste(S)? Desampara mano!

e isto não é bonito. Como é evidente, eu que gosto muito de si, logo serei tão parcial quanto possível, desculpar-lhe-ei toda e qualquer esparrela. Talvez não perdoe essa sua tentativa infame de se meter no meu trabalho, roubando descaradamente a minha conclusão acerca da borboleta onírica do Engenheiro. É que sabe, já somos muitos - os loucos - mas dinheirinho para pagar serviços é que é nenhum.
Quando andava no colégio e rezava três Avé Marias antes de deitar, garanto-lhe aqui, que não lhe quero mal nenhum, que era muito mais fofinha.

Catherine Linton disse...

Engenheiro Osk (porque é que isto me parece uma marca de calçado?), caríssimo,
Se a malvada Julie não se tivesse antecipado, teria todo o gosto em transmitir-lhe, usando dos mais finos termos técnicos para o efeito, a simbologia do seu sonho, segundo Freud. Ora bem, Sigmund, esse ganda maluquinho dos comboios, tinha uma paixão assolapada pela maezinha, coisa pouco estranha a qualquer mancebo até aos seus 50 anos. Além disso, meteu-se-lhe na cabeça que os bebés, desde muito pequeninos, cultivam pulsões sexuais. Se isto não é coisa de tarado, não sei o que será. Como se não bastasse, admitiu perante a comunidade académica que a mulher, esse bicho estranho, nutre uma profunda inveja pelo órgão sexual masculino. Se o apanhasse à frente, dir-lhe-ia das boas, uma das quais seria que só me daria um certo... vá... jeito, possuir tal órgão quando estou muito aflitinha para urinar e a casa de banho mais próxima fica a 50 Km. Freud não percebia as mulheres.
Isto tudo para lhe dizer que, segundo esta aventesma, de facto, o Engenheiro está a recalcar um comportamento desviante de género e/ou sexual. Mas não se apoquente. Já aqui disse que Freud era tarado e muito parvo. Não é para ser levado a sério.
Resta-me apenas dizer-lhe que a borboleta poderá perfeitamente indicar a chegada da Primavera. Ou isso, ou está a padecer de borboletas na barriga (sendo que uma acabou por lhe ir parar ao subconsciente, a desertora, e isto indiciará uma paixão. Se for isso, conte-nos tudo e não nos esconda nada!

Osk disse...

Querida Cathy, já não sei o que pensar.Depois de ler o seu post fiquei ainda mais confuso. E já tou arrependido de ter enviado sms ao Y. Já deveria estar a dormir e não consigo com tanta ansiedade...Mas não pode ser...(se bem que, uma vez no 9ºano passou-se uma coisa esquisita no balneário...). Bem, é melhor estar "calado" e esperar pelo dia de amanhã..Vou pôr a sua hipótese ao médium que vem cá. Mas o pior é que vou estar primeiro com o Y (antes da consulta..).AIIII!!!QUE FAÇO!!Algo ocorrerá!Wish me luck!

Catherine Linton disse...

E eu que já estava aninhada no leito quentinho, já me cheirava a sabão natural, veja lá, e venho aqui redimir-me de uma gaffe. Comportamento de desvio? Queria dizer desvio de comportamento. O que faz um bom tinto do Douro numa terça-feira...

Querido Osk,
Congratule-se por sonhar com uma borboleta com um corninho em Y e outro em S. Imagine que sonhava com corninhos XX ou corninhos XY... Era capaz de ser mais preocupante. Assim é só uma borboleta com os cornos tortos. É o que mais há por aí.

Good night and good luck!

Osk disse...

Bem, nem sei por onde começar. Hoje de manhã fui ter com o Y,ao ginásio onde faz musculação. Depois de tanto enrolar acabei por pôr a hipótese sob a forma de "boca". Ele não percebeu e pensou que eu estava na brincadeira e então entrou no gozo. Mas ganhei coragem e num momento mais reservado, em que só estávamos os dois, disse-lhe que era a sério, e expus as minhas dúvidas...Sabem no que resultou?? Um soco bem dado no meu olho esquerdo...com a promessa que se lhe voltasse a dirigir a palavra voltava a fazer o mesmo..O QUE EU FUI FAZER!!A única coisa que ganhei com tudo isto foi três pontos no sobreolho...Agora não é a "borboleta" que tem os cornos tortos, mas eu que tenho um olho torto..Porra para esta vida.. Pode ser que na consulta espirita de logo se resolva tudo isto...Foda-se lá para a borboleta nocturna!

Julie D´aiglemont disse...

O Sr. Eng.º só pode ser mesmo muito, muito, muito(...) macho! Porque nenhuma flor recalcada brincaria sequer com o assunto. Os meus parabéns! E atenção, é um elogio gratuito, sem intenções dúbias, porque já fechei a loja há 7 anos e meio.

Catherine Linton disse...

Estimo as melhoras.

Osk disse...

Pois, mas eu não vejo piada nenhuma no assunto. Aliás foi graças à piada da Sra Dona Doutora Julie que isto tudo começou, porque até lá nunca tinha sequer colocado a hipótese da suposta homossexualidade...Preferia continuar a pensar que era uma borboleta que vinha adormecer comigo...De qualquer maneira espero que mais logo o Sr. Armindo me ajude. Eu também gostaria de fechar a loja, mas depois de tudo isto já não sei quem meter dentro da loja... Bem, vou colocar mais um pouco de "Betadine".

Osk disse...

Cara Sotôra Julie e cara Sotôra Catherine, já aconteceu a consulta que vos referi anteriormente. Depois de tanto impasse resolvi pedir ajuda ao Sr.Armindo, o espirita cá da terra, já que não sabia mais o que fazer...Na hora marcada, Sr. Armindo cá estava, acompanhado da Sra Palmira, já que, reproduzindo suas palavras,«trouxe ajuda qu'isto vai ser duro...». Depois de conversa de circunstância e de uma breve explicação do que se sucedia, entramos no quarto para começar a sessão, a qual demorou 5 segundos...
a mancha que eu via era uma mancha de humidade no tecto...