Parafraseando a Dr.ª Rute Remédios, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem a sua e quem quiser dá-la, dá-a. Neste blog, Julie D´aiglemont dá a sua. Opinião, claro. E nem sempre da forma mais respeitosa. Isso ofende a vossa sensibilidade? Então, ide, ide. Ide ler o programa de um qualquer partido de extrema esquerda, que de certeza é mais consentâneo com vossos princípios morais.





segunda-feira, 29 de março de 2010

Polícias gordos vão ser despedidos: tolerância zero para os agentes obesos na África do Sul

O comissário nacional da polícia da África do Sul anunciou, na semana passada, que os agentes com peso a mais vão ser despedidos, conta a BBC.
Desta forma, os polícias são obrigados a caber nas calças que usavam desde a academia. Quem pedir o alargamento da farda, vai receber uma dieta especial e, se no fim de um ano não emagrecer, é despedido. Segundo Bheki Cele, o objectivo é criar uma nova tradição no país, no qual a polícia é vista como ineficaz, corrupta e... gorda.
O responsável deu o exemplo ao lançar esta medida, fazendo uma série de exercícios e correndo 400 met.
Se a moda pega em Portugal, os G.N.R. estão fodidos!
E por falar nisso, os G.N.R. que foram para o Iraque já voltaram? Ou ainda não esgotou por lá o stock de cerveja?

2 comentários:

Manuel disse...

Mau mau mau MAU!

Nem todos os GNR's são gordos. Há GNR's que praticam desporto diáriamente, cuidam da linha :(.

Essa imagem do Géninho gordo, de bigode, com a mancha de vinho na camisa tem que ser ultrapassada.

Julie D´aiglemont disse...

Desculpe, Sr. Guarda Manuel! Eu até simpatizo muito com os Géninhos mais velhos e bonacheirões, porque são mais compreensivos. Mas não resisto a fazer piadas sobre tudo o que mexe... inclusive com a minha classe profissional.